8 dicas para executivos terem uma boa viagem

Realidade para muitos homens e mulheres executivos, os voos domésticos e/ou internacionais acabam ocupando parte importante da sua rotina e são extremamente necessários para a realização das mais variadas atividades profissionais.

Mas, quando se trata de viagem, voos, aeroportos e, até mesmo, um novo destino, muita coisa pode acontecer (e, dar errado!). Para evitar dores de cabeça e problemas pelo caminho, é possível se preparar para garantir uma boa viagem.

Hoje separamos 8 dicas para executivos de plantão fazerem uma ótima viagem do começo ao fim.

  1. Tipo adequado de mala

Escolher a mala ideal é um dos primeiros passos. Tudo dependerá do destino, tempo de estadia, itens imprescindíveis a serem transportados. Uma mala média, muitas vezes, atende a necessidade. Se puder, priorize as produzidas com material resistente e fácil de limpar, com rodas 360º para facilitar a locomoção e com cadeado fixo estilo TSA, que garante ainda mais segurança aos pertences.

  1. O que levar

Para facilitar, faça uma lista com tudo o que é necessário, assim o risco de esquecer algo importante é menor. Roupas e sapatos são os primeiros da lista, claro. A sugestão é levar, ao menos, 2 pares de roupas com cores básicas, como preto, branco, marrom, azul e cinza, permitindo versatilidade na hora de se vestir e, ao menos, um par de tênis ou sapato confortável.

Uma dica legal é enrolar e prender fios e cabos com fitas ou elásticos, evitando possíveis nós e danos aos materiais. E lembre-se: eletrônicos devem ser transportados sempre na bagagem de mão.

Ah, e por último e não menos importante, temos os medicamentos e cosméticos, que devem sempre embarcar na bagagem despachada e, dependendo da quantidade, em saquinhos plásticos (mais de 100 ml).

  1. Organizando os documentos

Quando o assunto é documento, não existem exageros. Confira tudo quantas vezes julgar necessário. E nada de colocar documentos (mesmo os que forem usados apenas no destino final) em bagagens que serão despachadas. Para todos os documentos, de qualquer natureza, recomenda-se transportá-los sempre na bolsa ou mala de mão e, de preferência, em bolsos e lugares de fácil acesso. Verifique também se há obrigatoriedade da apresentação da carteira de vacinação com alguma dose específica para o destino, caso contrário, a entrada no país poderá ser negada.

  1. Compra de passagem e programas de fidelidade

Para aqueles que viajam com frequência e podem escolher qual companhia aérea voar, uma dica é tentar usar sempre as mesmas. Além de reduzir as chances de surpresas desagradáveis com companhias desconhecidas, é possível acumular pontos de milhas ao aderir a programas de fidelidade. Esses programas podem proporcionar alguns benefícios, como melhores poltronas dentro da aeronave, prioridade na fila de embarque, sala de espera VIP, entre outros, garantindo maior comodidade antes mesmo do momento do embarque.

  1. Relógio Biológico

Quem viaja com frequência, já conhece um pouco como seu relógio biológico funciona. Mesmo assim, o fuso horário sempre pode afetar o corpo em questões de cansaço físico, cansaço psicológico, sono, fome etc. Além de cuidar do sono e alimentação no dia anterior ao embarque, é importante tentar relaxar durante os trajetos, usar roupas confortáveis e, ao chegar no destino, já tentar fazer as refeições no mesmo horário que os locais, para entrar na mesma rotina de descanso e alimentação do restante das pessoas. Com o tempo e o acúmulo de viagens, vai ficando cada vez mais fácil a adaptação do relógio biológico às mais diversas rotinas fora de casa.

  1. Avisando familiares e amigos

Sempre que for viajar e se ausentar, mesmo que por um período curto, deixe seus familiares e amigos mais próximos avisados e cientes do trajeto, destino, endereço de hotel, números de voo, período de duração da viagem etc. É sempre melhor prevenir do que remediar e precaução, nessas horas, nunca é demais. Tente também manter contato com eles sempre em momentos importantes, como na hora de embarcar e quando chegar no destino final em segurança. Isso tudo não só tranquiliza as pessoas que importam para você, como também facilitará uma possível ação deles em casos de emergência.  

  1. Conheça o destino

Claro que não é preciso fazer uma pesquisa prévia super aprimorada sobre o local, até porque a maioria dos executivos não têm tempo sobrando para tal. Mas uma busca básica sobre o destino é altamente recomendada. Foque nas categorias principais: cultura, meios de transporte, alimentação, serviços públicos oferecidos, regiões importantes e, por que não, os principais pontos turísticos da cidade? Vai que sobra um tempo para aproveitar, ao menos um pouco, aquilo que o local pode oferecer de bom?

  1. Condições climáticas

Assim como a importância da pesquisa básica prévia sobre o local, uma pesquisa rápida sobre as condições climáticas também é essencial. Através dela é possível escolher as peças de roupas e calçados que irão na mala, decidir se há necessidade de roupas mais pesadas e casacos (lembrando-se que é sempre bom levar um casaco no avião), se o guarda-chuva fará parte da bagagem e pensar em toda a logística dos dias de trabalho. 😉

 

Fontes:

Época Negócios (https://epocanegocios.globo.com/Carreira/noticia/2017/03/8-dicas-de-executivos-para-evitar-sufocos-nas-viagens-de-negocios.html)

Roncato Brasil (https://blog.roncatobrasil.com.br/2017/06/14/dicas-executivo-seguir-boa-viagem/)

Viagem e Turismo (https://viagemeturismo.abril.com.br/materias/viagem-de-negocios-veja-4-dicas-preciosas-para-viajar-a-trabalho/)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sestini Mercantil LTDA – CNPJ: 00.501.618/0001-35
Endereço: Avenida Paschoal Thomeu, 1141, Galpão 100
Bairro: Vila Nova Bonsucesso CEP: 07175-090 Guarulhos – SP – Telefone: 11 – 2488-2010
Sestini® 2017. Todos os direitos reservados.