Uma ideia que virou um ícone: conheça a história da boneca Barbie

 

Tudo começou com uma ideia que parecia impossível para Elliot Handler: sua mulher, Ruth, cansada de ver sua filha Bárbara e suas amigas brincarem de trocar, com certa dificuldade, as roupinhas das suas bonecas de papel, teve a brilhante ideia de criar uma boneca tridimensional. A ideia tão brilhante quanto promissora de Ruth fez nascer a boneca mais cobiçada e amada do mundo.

Seu nome, claro, é uma homenagem de Ruth à filha. Adotando o diminutivo de Bárbara, Barbie, a bonequinha de luxo mais conhecida do mundo é sucesso indiscutível e absoluto. Mais do que um brinquedo, ela reflete o comportamento das décadas por onde passa, dita moda com seus modelitos que sempre acompanham as tendências da época e influencia milhares de crianças, jovens e adultos mundo afora.

Inspirada em uma personagem de quadrinhos adultos alemã chamada Lilli, foi concebida para parecer uma boneca adulta, fazendo um contraponto com as bonecas da época que representavam sempre crianças ou bebês.

Seu lançamento oficial foi em 9 de março de 1959, em Nova York, e a boneca foi apresentada ao mundo como uma modelo que acompanhava tendências de moda. Originalmente vinha vestida com um maiô listrado em preto e branco, porém em pouco tempo já era possível realizar trocas de roupas e customizar a “manequim” de 29 cm de altura com acessórios e roupas da época, como vestidos rodados, calças cigarrete e luvas.

Seu sucesso foi imediato e o luxo e sofisticação passaram a ser qualidades marcantes da imagem da boneca, que tinha como referência o cenário da moda ditado pela França e seus estilistas renomados, como a Charlotte Johnson, responsável por criar os primeiros modelos que iriam substituir o maiô preto e branco da Barbie.

Sai ano, entra ano, a moda muda, o comportamento também. Foi então na década de 60 que a sofisticação abriu espaço para trajes informais, representando uma época em que o estilo mais “à vontade” e despojado do cenário do rock ditava as regras.

A partir daí a nossa queridinha Barbie ganhou várias “personas”, agradando a todo tipo de público, do mais ousado ao mais conservador, e representando gerações e etnias das mais diversas, recebendo várias coleções, cenários, estereótipos, amigos, familiares (Ken e Skipper, por exemplo), assim como inúmeros filmes, HQs, jogos eletrônicos e desenhos animados.

A então boneca mais lucrativa do mundo deu muito orgulho aos seus pais e colocou a Mattel no ranking das 500 maiores empresas dos EUA. Atualmente, são vendidas 172.800 Barbies por dia no mundo, ou seja, 2 por segundo, agitando constantemente o mercado de licenciamento mundial, que movimenta mais de 250 bilhões de dólares/ano. O Brasil é o quinto país do ranking, e a Sestini não está fora, com exclusividade em mochilas da Barbie.

A Sestini tem uma enorme variedade de produtos licenciados e certificados da Barbie. São mais de 120 produtos entre estojos, mochilas e lancheiras. Conheça todos aqui.



Fontes: Mattel; Toy Monster: The Big, Bad World of Mattel, de Jerry Oppenheimer, Superinteressante (https://super.abril.com.br/cultura/a-sensual-historia-da-barbie/)

 

2 thoughts on “Uma ideia que virou um ícone: conheça a história da boneca Barbie”

  1. Ana Borges says:

    Recomendo vivamente o seu blog/site.
    Achei-o de excelente qualidade.
    Obrigado
    Ana

    1. Fernando Barradas says:

      Nós que agradecemos o seu prestígio, Ana!! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sestini Mercantil LTDA – CNPJ: 00.501.618/0001-35
Endereço: Avenida Paschoal Thomeu, 1141, Galpão 100
Bairro: Vila Nova Bonsucesso CEP: 07175-090 Guarulhos – SP – Telefone: 11 – 2488-2010
Sestini® 2017. Todos os direitos reservados.